Notícias

Líderes municipalistas se reúnem para debater crise e reforçar pauta prioritária; ATM participa

Gestores municipais dos cinco Estados brasileiros participam da reunião do Conselho Político Ampliada na manhã desta terça-feira, 3 de outubro, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Centenas de prefeitos responderam ao convite da entidade e marcaram presença na mobilização para debater a crise enfrentada pelos Municípios e discutir as pautas prioritárias. A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) foi representada pelo secretário Executivo, Jailton Bezerra.

O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, coordenada a reunião. "Nossa pauta é mais política do que técnica e por isso precisamos cobrar também nossos parlamentares. E para isso, precisamos estar unidos mais que tudo. Temos que somar", destacou o líder municipalista

Cerca de 400 prefeitos reforçam o movimento que começou com prefeitos da Paraíba e tomou dimensão diante do cenário e da pauta comum de Municípios de todo país. No decorrer da reunião, o presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), José Patriota, pediu aos gestores que entrassem em contato com os deputados e senadores para conseguirem audiência com o presidente da República, Michel Temer.

      

Sobre a atual e real situação dos Municípios, Ziulkoski falou que 60% dos gestores municipais, gastam mais do que 50% dos recursos financeiros das Prefeituras com folha de pagamento. “Precisamos achar uma solução", sugeriu o presidente da CNM.

O líder municipalista e as consultoras de assistência social e saúde, Rosangela Ribeiro e Amanda Oliveira, apresentaram ainda alguns números acerca das perdas para os Municípios com os programas do governo federal para as duas áreas. "Há vinte anos que eu venho dizendo para vocês que os programas federais não se pagam, os Municípios sempre terão de dar uma contrapartida", pontou Ziulkoski.

              Secretário Executivo da ATM. Jailton Bezxerra

O presidente destacou ainda que uma das vontades do movimento municipalista é que os Municípios pudessem devolver os programas federais para governo federal. “Se eu pudesse dar uma dica para vocês, eu diria: devolvam os programas federais para governo federal”.

Ao longo da reunião alguns parlamentares estiveram presentes e destacaram que no Congresso Nacional a maioria dos parlamentares é municipalista. Alguns prefeitos também se pronunciaram e reforçaram a importância da pauta municipalista e de estarem mobilizarem os poderes Executivo – no sentido de disponibilizarem auxílio financeiro aos Municípios – e o Legislativo aprovando e criando projetos e propostas que beneficiem o Ente municipal.

A reunião do Conselho Político seguiu com a presença de deputados e senadores que devem ouvir os gestores municipais e apontar as ações e articulações que o Congresso Nacional para amenizar a crise enfrentada pelos Municípios. (Agência CNM)