Notícias

Prefeitos estão entusiasmados com movimentações políticas em prol da construção da BR 235 no Tocantins, diz ATM

Victor Morais/Ascom ATM

A BR 235 é considerada uma das principais apostas de via de escoamento de produtos originados no Matopiba – fronteira agrícola de alta produção no Brasil. Além disso, possibilita criar um novo caminho nessa região e que poderá retirar do isolamento os Municípios “fins de linha”, bem como aqueles que não são ligados por estradas asfaltadas, presentes tanto no Maranhão quanto no Tocantins. Nós últimos meses, movimentações políticas trataram da possibilidade de início de construção da obra em solo tocantinenses, e isso tem gerado entusiasmo em prefeitos dos Municípios favorecidos com a rodovia, diz a Associação Tocantinense de Municípios (ATM).

Um dos primeiros entusiastas pela conclusão da obra no Tocantins, o presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, fala sobre a importância da BR 235 para o Estado. “Não só a construção, mas a conclusão de toda a obra da BR 235 é uma enorme expectativa de dezenas de prefeitos do Tocantins, pois o dinamismo logístico que a rodovia dará ao nosso Estado beneficiará diretamente os Municípios tocantinenses. Destaque ainda para um novo caminho de integração que a nova estrada proporcionará aqueles municípios que se encontram isolados, como Centenário e Lizarda, que observarão um rodovia federal percorrer seus territórios e proporcionar um elo com o centro do Tocantins, e demais estradas federais”, disse.

Movimentações

O anúncio recente do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado do líder do Governo no Congresso, senador pelo Tocantins, Eduardo Gomes, elevou os ânimos de quem acompanha o projeto da BR 235. Num vídeo apresentado pelo parlamentar, o presidente Bolsonaro disse que “o recurso, tá garantido então, já acertamos com o governo, com o ministro da infraestrutura Tarcísio, todo mundo conhece o seu potencial, então dizer a todos que se Deus quiser essa obra agora sairá do papel para realidade, então parabéns ao líder do governo, parabéns ao povo tocantinense”, disse o presidente da República.

No início de setembro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, também apareceu em vídeo ao lado do senador Eduardo Gomes, apresentando projeções sobre a obra no Tocantins. “Se a gente fizer a pavimentação da BR-235 no Maranhão e no Tocantins teremos a ligação de áreas produtivas à ferrovia Norte-Sul. Vamos concluir até o final do ano nosso estudo de viabilidade técnico-econômico e ambiental, já iniciar o projeto de engenharia para que a possa tocar o projeto ao longo do ano que vem (2021)” disse o ministro, que calculou 275 quilômetros de pavimentação com a retomada das obras.

Centenário

O prefeito de Centenário, Wesley Camilo, está entusiasmado com os anúncios que projetam eventual início da obra no Tocantins. “Temos uma grande expectativa, pois sempre defendemos a obra, sempre presente nas reuniões que discutem a conclusão da BR 235, seja com autoridades políticas, seja com o DNIT e produtores rurais. A rodovia certamente irá alavancar o desenvolvimento de nossa região. Para se ter uma ideia, Centenário tem 15 mil hectares de terras produtivas, porém só se produz 5 mil hectares, uma redução de produtividade que está intimamente ligada com a falta de estradas para escoamento da produção. A BR 235 mudará essa realidade”, disse o prefeito, ao lembrar da reunião de prefeitos sobre a rodovia, no qual participou em fevereiro deste ano, em Alto Parnaíba, Maranhão.

A ATM promoveu uma reunião de prefeitos do Tocantins e do Maranhão em fevereiro deste ano, na cidade de Alto Parnaíba (MA). O encontro de autoridades municipais buscou a construção de apoio político regional em favor da conclusão da BR 235. Além do presidente da ATM e do prefeito de Centenário, participaram os prefeitos Paulo Hernandes (Bom Jesus do TO), Suelene Lustosa (Lizarda), Waguinho (Tabocão) e Isabela Simas (Araguacema), bem como o prefeito de Alto Parnaíba (MA), Rubens Ogasawara. No encontro, os prefeitos reafirmam a criação de uma força regional de autoridades municipais de Maranhão, Piauí e Tocantins em favor da construção de articulação política que busque acompanhar e reivindicar a conclusão da BR 235.

BR 235

A BR 235 tem quase 1.800 km de extensão, vindo do leste brasileiro da capital Aracajú (SE) ao encontro no oeste do Campo de Provas Brigadeiro Veloso, em Novo Progresso (PA). Perpassa os estados de Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Tocantins e Pará. Em solo tocantinense, percorre os territórios dos municípios de Araguacema, Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Colméia, Tabocão, Goianorte, Guaraí, Lizarda, Pedro Afonso, Santa Maria do TO e Tupirama.

No que se refere às obras, a BR 235 já encontram-se praticamente conclusa nos territórios dos estados de Aracajú, Bahia e Pernambuco, e em solo piauiense vem sendo trabalhada, sendo que um trecho de 26km, entre Caracol e Guaribas, foi entregue em agosto deste ano. Além disso, a ponte entre Santa Filomena (PI) e Alto Parnaíba (MA) está sendo construída. No Maranhão, a rodovia federal ainda não esta pavimentada, e no Tocantins, o asfalto está de Pedro Afonso, até o entroncamento da BR 153.